segunda-feira, 19 de abril de 2010

O Papa Pascoal II comemora a conquista de Jerusalém e exorta a reforçar a Cruzada

O Papa Pascoal II com o rei da Franca Felipe I, em 1107.
O Papa Pascoal II com o rei da Franca Felipe I, em 1107.
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs




Pascoal bispo, servidor dos servidores de Deus, a todos os arcebispos, bispos e abades da Gália, saudações e bênção apostólica.

Nós estamos obrigados por uma gratidão sem limites à compaixão de Deus Onipotente, porque no nosso tempo Ele determinou liberar a Igreja da Ásia dos bandos turcos e abrir aos soldados cristãos a própria cidade onde o Senhor padeceu e foi enterrado.

Entretanto, nós devemos receber a graça divina com todas as conseqüências que isso implica.

Ele deu-nos aquelas terras que outrora foram do povo da Palestina ou Canaã, e ajuda efetivamente nossos irmãos que ali ficaram.

Urgi, por isso mesmo, a todos os soldados de vossa região, para remissão e perdão de seus pecados, a partirem com presteza a sustentar nossa Mãe a Igreja de Oriente.

Compeli especialmente aqueles que endossaram o sinal da Cruz em sinal desta promessa a apressarem sua partida, a menos que a pobreza os impeça.

Além do mais, nós decretamos que permaneçam excomungados aqueles que incorreram na desgraça de abandonar o cerco de Antioquia por falta de fé ou questionáveis argumentos, a menos que patenteiem com sólidas promessas que pretendem voltar.

Nós ordenamos especialmente que sejam devolvidas todas as poses a nossos irmãos que estão voltando depois da vitória do Senhor, de acordo com o que, vós lembrais, foi ordenado em decreto sinodal por Urbano, nosso predecessor de feliz memória.

Agindo assim em todos os assuntos, cumprindo zelosamente vosso dever, podeis ter certeza que por nosso zelo conjunto nossa Mãe a Igreja de Oriente será reconduzida a seu devido estado, pela misericórdia do Senhor.

(Fonte: August. C. Krey, The First Crusade: The Accounts of Eyewitnesses and Participants, (Princeton: 1921), 279, Internet Medieval Source Book)





GLÓRIA CASTELOS CATEDRAIS ORAÇÕES HEROIS CONTOS CIDADE SIMBOLOS
Voltar a 'Glória da Idade MédiaCASTELOS MEDIEVAISCATEDRAIS MEDIEVAISORAÇÕES E MILAGRES MEDIEVAISHERÓIS MEDIEVAISCONTOS E LENDAS DA ERA MEDIEVALA CIDADE MEDIEVALJOIAS E SIMBOLOS MEDIEVAIS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.